CIEE - 120 mil vagas até março de 2017



Ciee estima uma oferta de 120 mil vagas de estágio até março de 2017 em todo o País.

De acordo com o centro de intermediação de vagas de estágio, o expressivo volume de vagas se deve, principalmente, ao vencimento de contratos e à formatura de milhares de jovens que não podem mais continuar em estágio, pois, por lei, esse é benefício exclusivo de alunos regularmente matriculados em cursos de nível superior e médio.

Em razão da de parcerias com o governo estadual, prefeitura da capital e Tribunal de Justiça, o estado de São Paulo aparece com o maior número de oportunidades em oferta: 60 mil, destinadas a estudantes de todas as modalidades de formação, sendo 22 mil somente na capital.

O Ciee ressalta que os ex-estagiários que ainda não tenham concluído seus cursos podem ser candidatar a vagas em outras empresas contratantes.

Para concorrer a uma das vagas, inscreva-se em: www.ciee.org.br. Veja também informações exclusivas sobre o Jovem Aprendiz CIEE 2017

Sobre o CIEE

CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA – CIEE, Agente de Integração, organização não governamental, de âmbito nacional, sem intuitos lucrativo, de utilidade pública, filantrópica e beneficente de assistência social, certificada pelo Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS, que promove a integração dos jovens estudantes ao mercado de trabalho, aperfeiçoando sua qualificação profissional, por meio da promoção de programas de estágios nas empresas conveniadas à instituição.

Criado há 40 anos por empresários e educadores, o CIEE tem intensificado cada vez mais sua atuação como entidade do 3º Setor, promovendo, ao longo de sua existência, a integração entre empresas e escolas, procurando sempre aprimorar a formação das futuras gerações de profissionais. O resultado desse trabalho está no número de empresas que já celebraram convênios. Desde a sua fundação, cerca de 140 mil empresas receberam estagiários indicados pelo CIEE e mais de 4 milhões de estudantes de ensino médio e superior foram encaminhados para estágios, com a concessão de bolsa-auxílio, e mais de R$ 300 milhões em bolsa-auxílio foram efetivamente pagas a cada ano a estudantes estagiários de todo País, desde o início da sua instituição. Mantido pelo empresariado nacional, o CIEE é atualmente uma das maiores organizações não-governamentais do Brasil.

Os serviços oferecidos pelo CIEE vão além da busca de vagas de estágio para estudantes. A instituição promove, gratuitamente, o Programa de Desenvolvimento Estudantil, que orientou cerca de 530 mil jovens estudantes ou recém-formados, preparando-os para o ingresso no mercado de trabalho. O programa inclui serviços como, por exemplo, cursos gratuitos de idiomas, de informática, ou ainda, "oficinas de capacitação" que auxiliam o estudante no preparo para o mercado de trabalho. O CIEE também promove, mensalmente, palestras e debates que fazem parte do "Ciclo de Conferências do CIEE sobre RH" e do "Fórum CIEE de Debates sobre a Realidade Brasileira", franqueados às comunidades empresarial e acadêmica.

A organização exerce, ainda, uma importante missão na área social. Propostas filantrópicas como o Programa Adolescência & Cidadania no CIEE/ES, o "Programa CIEE de Alfabetização Gratuita para Adultos", executado em parceria com a Arquidiocese de São Paulo, e na própria sede do CIEE/SP, e o apoio ao programa federal "Comunidade Solidária" para a implantação do "Alfabetização Solidária" no município de Igaci, em Alagoas, fazem parte da filosofia CIEE como contribuição à redução do índice nacional de analfabetismo.

A primeira sede, localizada na cidade de São Paulo, abria suas portas para um grupo de 12 estudantes, que já formavam uma pequena fila, aguardando para serem atendidos. Os primeiros convênios com empresas e escolas surgiram e,assim, estavam formadas as primeiras parcerias.

Separamos outras Vagas para você:

{module [377]}

  buscar


Lei da Aprendizagem

Nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005. Determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional.

No âmbito da Lei da Aprendizagem, Jovem aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo, ao mesmo tempo, formação na profissão para a qual está se capacitando. Deve cursar a escola regular (se ainda não concluiu o Ensino Médio) e estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa.

Como se inscrever no Jovem Aprendiz 2017

Cada empresa tem sua forma de inscrição. Clique aqui e digita o nome de sua cidade, ou empresa e veja vagas abertas próximo a você!