Jovem Aprendiz Bancário 2017: 8000 Vagas


Jovem Aprendiz Bancário 2016

Bancos vão contratar 8000 Jovens para o Programa Jovem Aprendiz Bancário 2017.

Os bancos privados filiados à Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) fecharam um acordo com o MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social) ampliando de 5% para 7% o percentual de vagas disponíveis no programa Jovem Aprendiz. Serão contratados entre sete mil e oito mil estudantes.

“O Jovem Aprendiz do Setor Bancário é um programa muito relevante para o setor, mas principalmente para os jovens do país, que podem ter contato com uma atividade muito sofisticada, complexa, e que utiliza tecnologia bastante desenvolvida. O programa o permite não só iniciar e dar continuidade à sua carreira dentro dos bancos, mas também que o jovem se qualifique para o mercado de trabalho em geral”, disse Magnus Ribas Apostólico, diretor de relações trabalhistas da Fenaban.

Cada banco faz a própria seleção e a gestão do programa. O contrato é de dois anos e os candidatos devem ter mais de 14 anos de idade e estar na escola. É dada preferência àqueles em situação de maior vulnerabilidade social.

“Contratar um Jovem Aprendiz significa ampliar a relação do banco com a comunidade e, com isso, ampliar o potencial mútuo de crescimento. Oferecer oportunidade de trabalho a um Jovem Aprendiz, mais do que mudar a realidade do jovem, é mostrar a todos os demais funcionários bancários a importância da diversidade e o papel do gestor como tutor que ensina um ofício”, disse Apostólico.


ATENÇÃO! Inscreva-se em mais de uma empresa para aumentar suas chances de contratação. Clique em Mais Vagas e  faça sua inscrição em outras grandes empresas.
jovem aprendiz 2017 vagas

O cálculo das vagas para Jovem Aprendiz leva em conta o total de trabalhadores do banco, excluindo quem tem curso superior e os que atuam em funções que exigem alguma formação específica. A média de contratação após os dois anos de qualificação é de 65%.

Em todas as atividades práticas, os aprendizes serão supervisionados e orientados por funcionários experientes dos bancos. Na condição de aprendizes, eles também têm de participar de cursos teóricos de qualificação profissional.

Alguns bancos privados fazem a seleção dos jovens aprendizes por meio de empresas especializadas como o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola).

Nos bancos públicos, Caixa Econômico Federal e Banco do Brasil, as vagas nos programas de Jovem Aprendiz seguem regras específicas e, por conta das regras de contratação apenas por concurso, os jovens não são efetivados após o período de dois anos.

Sobre Jovem Aprendiz Bancário 2017:

Os contratados no programa Jovem Aprendiz recebem um salário e benefícios. A jornada de trabalho é de seis horas por dia.

O jovem trabalhará 6 horas por dia (normalmente das 10:00 às 16:00), 4 dias na empresa realizando as atividades práticas e 1 dia realizará as atividades teóricas fora da empresa (Curso de Técnico Bancário).

Confira mais informações sobre processos seletivos dos Principais Bancos:

 Se você quer maiores informações sobre Jovem Aprendiz 2017. Clique aqui e Acesse 


Lei da Aprendizagem

Nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005. Determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional.

No âmbito da Lei da Aprendizagem, Jovem aprendiz é o jovem que estuda e trabalha, recebendo, ao mesmo tempo, formação na profissão para a qual está se capacitando. Deve cursar a escola regular (se ainda não concluiu o Ensino Médio) e estar matriculado e frequentando instituição de ensino técnico profissional conveniada com a empresa.

Como se inscrever no Jovem Aprendiz 2017

Cada empresa tem sua forma de inscrição. Clique aqui e digita o nome de sua cidade, ou empresa e veja vagas abertas próximo a você!